Textos

A MOÇADA DA PERCEPÇÃO BLUE (REVELA AÇÕES) — XVI —
A MOÇADA DA PERCEPÇÃO BLUE  
(REVELA AÇÕES) — XVI —

NOS DIAS DE HOJE, não apenas na política congressual, mas na política familiar e na governança das demais instituições republicanas, há a presença não de todo camuflada, das sociedades secretas: atos secretos, orçamentos secretos, conversas ao pé do ouvido, secretas, informações secretas, reuniões secretas, discursos secretos, salas secretas, rios subterrâneos secretos, instalações de pesquisa científica secretas...

O QUE É SECRETO É, por definição antidemocrático. Sociedades secretas parecem estar a governar grupos sociais, instituições governamentais, a vida particular das pessoas por detrás de biombos e de intenções sociais sádicas jamais reveladas. Elas governam cidades, regiões, países. Afinal, sabemos, o primeiro homem e a primeira mulher, o casal híbrido de experiências anteriores para estruturar o físico e o espiritual na atuação terrenal do Homo sapiens, deve ter sido resultado de experiências ultrassecretas.

AS TECNOLOGIAS ETS, das quais o mundo houve falar e usufruir (celulares, OVNIs, satélites, armas biônicas, as técnicas de aplicação de conhecimentos na Biologia, na solução de problemas de engenharia reversa e design...) estão a funcionar, a maior parte delas, nas estruturas subterrâneas de lugares afastados das cidades povoadas por milhões, bilhões de inocentes úteis que nem desconfiam estar trabalhando e pagando impostos para ser controlados por grupos de poder bilionários, trilionários, que mandam na política, na economia, na sociedade planetária e determinam como será o futuro da humanidade.

MAS, ESSAS PESSOAS cheias de poder e riqueza, são também elas controladas por tendências, forças e poderes que estão bem acima da compreensão delas próprias. Poderes e forças que elas não estão minimamente interessadas em se aprofundar no conhecimento, mesmo porque não teriam ferramentas para fazê-lo, exceto as que lhes chegam às mãos através do ímpeto high-tech do qual são meras representações.

QUEM É ELON MUSK, bilionário dono da Space-X, da Tesla??? Se você acredita que ele é mais do que um testa de ferro de poderosos acionistas de suas empresas, muitos dos quais nem desse planeta são, se você crer que “Elon Mosca” trabalhou para conseguir a fortuna que tem, que é o fundador e CEO da Neuralink e presidente da SolarCity, por méritos próprios, então você está mesmo no mundo da lua.

AS ENERGIAS QUE MOVEM essas pessoas vêm de interesses secretos que não estão na esfera de alcance das empresas e de seus supostos criadores. Ele mesmo, Elon Musk, empresário de sucesso e “homem Mosca” de forças e poderes muito além da compreensão dele mesmo, afirmou, via videoconferência no evento “FT Future Of The Car 2022” que vai seguir gerente executivo da montadora de carros elétricos “enquanto puder ser útil para a empresa”.

PORQUE O “HOMEM MOSCA” comprou o Twitter, senão para expandir a quantidade de usuários e pagar influenciadores digitais dedicados a produzir conteúdo exclusivos para a plataforma??? Semelhante ao modelo “Tik Tok” que fez a rede chinesa crescer de forma abrupta e irreversível em todos os lugares do planeta.
O “HOMEM MOSCA” VAI promover a volta de outro sujeito, que já foi presidente do mais prestigiado país desse mundo, os EUA, o famoso trambiqueiro Donald Trump. Ele foi banido da rede, do Twitter, por servir de incentivo aos fanáticos apoiadores da invasão do Congresso americano. As incitações à violência supremacista liderada pelo ex-presidente Trump poderá continuar no Twitter sob a direção do “homem Mosca” e também bilionário norte americano. No que seria uma mostra incontestável de que o poder dele, Musk está direcionado à dominação antidemocrática do planeta Terra.

A QUEM SERVEM ELES, esses bilionários da antidemocracia??? São serviçais de poderes que estão muito além da compreensão simplória de que são tão somente testas de ferro de um poder de soberania, hegemonia e superioridade extraterrestre. Há muito mais por trás dessa vontade nietzscheana de poder e dominação planetária. Há a expansão de um poderio financeiro, econômico, militar, bélico e tecnológico que vem de outros locais, além do universo atualmente conhecido pelos cientistas e técnicos da Nasa.

VIVEMOS TODOS NUM fim de mundo de ficção científica, como se vivêssemos uma simples realidade que teve começo meio e terá um fim histórico. O fim previsível da espécie, dita humana, é uma verdade autêntica, documentada em cada dia que passa, pela imprensa e seus eventos bélicos de comunicação e informação, tipo a invasão troglodita da Ucrânia por uma ratazana autocrática liderada por um dom Ratão com enormes complexos de inferioridade represados em um psiquismo criado no ambiente criminoso da KGB soviética.

O DOM RATÃO RUSSO, o todo poderoso chefão autocrata quer criar, a partir da dominação do território ucraniano, uma “cabeça de ponte” ocupada pelo posicionamento provisório das FFAA russas, em território que eles elegeram por inimigo, com o objetivo de possibilitar o posterior avanço das tropas do exército e comandos da marinha e da aeronáutica sobre os demais territórios europeus próximos ao território da poderosa Rosa Russa, uma flor cultivada desde há mais de cinco mil anos na Ásia. E em sua forma selvagem, há o dobro de tempo.

ESSES EVENTOS MACROS de dominação da trajetória da História mundial no contexto atual, têm seus representantes como se fossem eles autores desse processo sistemático de fazer a progressão da história humana acontecer. Quando, em realidade, são apenas uma espécie de robôs orgânicos, de vezo biotecnológico, criados para povoar mundos a partir a criação mitológica de um casal tipo Adão e Eva no Paraíso Perdido.

ESTE TEXTO QUE ORA denomino novela, talvez fosse melhor nominado romance. Ele é o aspecto social Micro, dessa realidade pessoal, familiar e social que permite o desenvolvimento libertino dos aspectos sociais Macros. Estes, caminham, a passos largos, para uma política de dominação planetária supremacista por indivíduos tipo “O Mosca”, o Trumpbiqueiro, o Dom Ratão russo, o Bozo, entre muitos, muitos outros.    

Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 12/05/2022
Alterado em 15/05/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários