Textos

“O PATRIOTISMO É O ÚLTIMO REFÚGIO DO CANALHA” (Samuel Johnson)
“O PATRIOTISMO É O ÚLTIMO REFÚGIO DO CANALHA” (Samuel Johnson)

É IMPRESSIONANTE A quantidade de brasileiros que nas redes sociais ignoram não apenas parcialmente (ignoram totalmente) o que quer dizer ironia. Isto acontece devido à educação que receberam nas escolas e faculdades. Essa educação os impede de compreender textos irônicos quando (raramente) os leem. É a carência superlativa de letramento mínimo. É o país dos times de futebol, das festas “raves”, dos churrasquinhos carnavalescos, das biritas regadas a baseados.

NUM PAÍS COM educação de tal grau de baixo nível as pessoas precisam, em caráter de urgência urgentíssima, providenciar a própria cultura literária!!! Ou então continuarão prontas a aceitar a promiscuidade discursiva do demagogo da vez. Todo demagogo é um político covarde por definição: “Ele Não” se aproveita dessa condição precária de cultura literária da maioria dos eleitores para vomitar mentiras de palanque.

O BOZONARISMO É demagogia da pior larva. É a demagogia metafórica dos discursos de Cão Danado de seu antecessor Lullalau. É o patriotismo ufanista para idiotas ouvirem e acreditarem nele. Vocês, eleitores direitopatas, já se esqueceram tão rapidamente do ilusionismo discursivo de Lullalau!!! Como podem ter memória tão curta??? O antecessor desse presidente fazia discursos muito, muito semelhantes, cheios de razão e enganação.

AGORA O PERIGO contra a democracia é ainda maior. A Bodega Chique do Palácio do Planalto está, apenas nominalmente, “Sob Nova Direção”. Mas, a direção ruma na mesma direção do totalitarismo que, ao invés de esquerda é de direita. O malefício sedutor desse demagogo patriota é ainda pior do que o do antecessor. Porque a Bodega Chique do Palácio do Planalto já se transformou num quartel do exército.

O POVO ELEITOR brasileiro não é uma prostituta que se deita com quem o engana melhor, com quem tem mais voto, com quem tem mais armas, com quem renova o discurso enganador do presidencialismo Macunaíma, sem nenhum caráter.

O POVO BRASILEIRO, suponho, não vai se deixar levar por outro período longo de caça às bruxas, de ameaça aos direitos civis, às liberdades individuais garantidas pela Constituição. O Povo brasileiro está do lado da imprensa livre sem a qual a democracia é uma piaba em meio ao aquário dos tubarões. A manifestação vulgar e vulgarizada nas redes para o dia 15 de março não possui fundamentos democráticos. Nem de longe.  

O ENTORNO DO PRESIDENTE e ele próprio, tal como afirmam deputados na Câmara, “viraliza ódio e afasta investidores”. Tenho escrito artigos nos quais a definição do antecessor do Bozo, Lullalau, é a de “Cão Hidrófobo”. Seu sucessor está a se comportar exatamente igual a Lullalau. Seus discursos disseminam o ódio entre os eleitores e os chama para manifestação no dia 15 de março contra o Congresso.

TODOS SABEMOS QUE OS congressistas não são flores que se cheire. Mas eles estão a afirmar uma verdade: o atual governo gera grande insegurança para a sociedade e para os investidores. O entorno dele está abusar das redes sociais por meio de “fake news”. A exemplo da “fake news” sobre o parlamentarismo branco no Congresso. A contestação da democracia pelo pessoal da Bozolândia é simplesmente inegável. E o “Gabinete do Ódio”, segundo a deputada federal Joyce Hasselmann, é o principal propagador desse tipo de notícias viciadas pela distorção da verdade.

“CONHECEI A VERDADE E A Verdade Vos Libertará”. A verdade que liberta o eleitor é a que divulga a pressão social e a dos empresário com relação a um governo que está, propositalmente, a atrasar as reformas que precisam ser feitas para que a economia possa ganhar impulso e o país sair do hipnotismo demagógico desse presidente patriota cheio de patriotadas de palanque. Tal como seu antecessor.  
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 08/03/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários