Textos

QUAL É A JOGADA DO OLAVO DE CARVALHO??? !!!
QUAL É A JOGADA DO OLAVO DE CARVALHO??? !!!

ELE EDITOU UM VÍDEO EM QUE dizia explicitamente: — “Gente, o regime chinês mata 90 mil prisioneiros por ano para vender órgãos. Eles são de uma monstruosidade que o próprio Stalin e Hitler não poderiam conceber. E é isto que está sendo restaurado com o dinheiro que o Lula roubou. No 15° aniversário do Foro de São Paulo as Farc enviaram ao Lula uma mensagem agradecendo ao Lula por ter salvado o movimento comunista no continente...”.

ORA, ORA SEU OLAVO, POR QUE não mudar a atitude dialética direitista de seu discurso redundante??? Todos sabemos que, comparada ao poderio bélico dos EUA e seus aliados, o roubo de Lulladrão somado ao motivo dessa rapinagem  esquerdeopata no Brasil, o quanto e o para que ele roubou, no dizer de “seu” Olavo, “para financiar o morticínio, o genocídio e o assassinato em massa, uma monstruosidade indescritível...”.

E “SEU” OLAVO CONTINUA A VERVE Apocalíptica que atribui a Lulladrão poderes que ele não teve, não tem e não terá jamais. Por que não dizer que “seu” Olavo é um paranoico de direita que não atina com a realidade dos fatos???

QUE É UM MERDINHA LULLALAU e seus esquizopatas da esquerda continental comparados às armas psicotrônicas que podem transformar o cérebro de 7 bilhões de seres ditos humanos em uma corriola inconsciente de zumbis???

QUE É UMA SUJIDADE POLÍTICA em franca dissolução conceitual e decadência doutrinária chamada Lullalalau comparada à ganância corporativa dos amigos privados do finado Wernher Von Braun???  Que são todos os discursos do ex-líder esquerdopata que hoje não passa de uma pulga no sapato da própria esquerdopatia???

POR QUE “SEU” OLAVO CONTINUA querendo posicionar o antigo presidiário e ex-presidente do país em um expoente imaginário da esquerda dita continental??? Resposta: para que ele próprio continue a se valorizar e a seus discursos sem nenhuma relevância com a atualidade dos fatos políticos que ele teima em requalificar, numa tentativa de se manter na mídia de sua privacidade jornalística a qualquer preço.

“SEU” OLAVO TEM UMA FACILIDADE impressionante de refutar qualquer argumento seja ele da direita seja ele da esquerda, seja argumentação filosófica, política ou religiosa. Não há dúvida de que é muito mais informado sobre esses conteúdos, matérias, teses e enunciados do que a grande maioria dos intelectuais de qualquer tendência ideológica ou outra.

QUERER EXUMAR UMA TITICA de cadáver político do jaez perdigueiro de um cão de caça nativo que já teve seu tempo de pegar perdizes, é querer forçar a barra demais. Lullalalau foi um enganador que mordeu o próprio rabo vermelho marxista e com ele ficou entre os dentes querendo engolir mais a linguiça marxista quando ela já não podia fornecer pano para as mangas de sua verborragia de palanque que alimentou o golpe militar como se estivesse amamentando seus béguins e mastins da coisa esquerda da qual sempre será apenas um aprendiz de feiticeiro.  

LULLALAU NUNCA PASSOU DE um Paulo Coelho das esquerdas. Ambos fizeram um Auê dentro e fora do país com suas bruxarias ilusionistas que hipotecaram no campo da política e da simulação de literatura, a mentalidade mundializada pela mediocridade dos arcaísmos ou antiguidades nas velhas instituições universitárias deslumbradas com ornamentações que atualizaram o obsoleto e o desusado fóssil da arte e da política do Velho Mundo Imundo. Oco. Vazio. Em franco processo irreversível de entropia.  

“SEU” OLAVO, O QUE É UM genocida das esquerdas comparado à pesquisa científica de alta tecnologia ou aos processos high-tech de reengenharia na posse por militares de armas nucleares e lazeiras tecnológicas e cibernéticas que posicionam as esquerdas como um bando de dançarinas chupetas numa boate nos subúrbios de Cuba se embriagando com cuba-libre???    — Fala sério!!!
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 05/02/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários