Textos

A NEW WORLD ORDER E A PROPAGANDA DA PADRONIZAÇÃO UNISSEX (II)
A NEW WORLD ORDER E A PROPAGANDA DA PADRONIZAÇÃO UNISSEX (II)

DENTRE OS MUITOS CONCEITOS que unem os três principais grupos de dominação globalizada do planeta (EUA/União Europeia/China-Rússia-Islã) a NWO é a ideologia socializante da linguagem, das finanças, da economia, da política, da religião, das FFAA, das forças policiais menores, da educação, da saúde, da segurança, dos transportes, da habitação, comunicação e demais serviços públicos fora do projeto de unificação integrada.

ESTE É O CONTEXTO HISTÓRICO pós IIª Grande Guerra que uniu de forma irreversível os interesses dos superbilionários do mundo que desejam a pacificação definitiva dos que estão abaixo de suas atribuições de poder dominante globalizado. É apenas uma questão de tempo que ainda pode levar muito tempo.

NÃO ADIANTA NONADA às instituições da sociedade de cada um dos 193 países contabilizados pela ONU — (afora Taiwan, Vaticano, Groenlândia, Dinamarca, Palestina) — desejarem manter a velha ordem institucional. A longo prazo não haverá de modo algum como sair dessa finalidade maquiavélica que justificará os meios, quaisquer que sejam de consecução do objetivo da dominação planetária definitiva.

QUEM ESTÁ POR DETRÁS da NWO e do rearranjo geopolítico das potências políticas, jurídicas, supostamente religiosas e militares ??? Nada menos do que os representantes ETs que se afirmaram, há séculos, por que não dizer milênios, enquanto donos dos destinos da espécie híbrida do povo da Terra. Afinal, foram eles, ETs, os responsáveis pela evolução das características físicas e culturais da espécie dita humana.

A ESPÉCIE DITA HUMANA NÃO possui subgrupos. Raça é um conceito biológico aplicado aos subgrupos de uma espécie. A biologia estuda a tipologia e a classificação de uma espécie dos reinos animal e vegetal. Espécie são os indivíduos e suas características morfológicas, anatómicas, ecológicas, etológicas, bioquímicas, fisiológicas...

A INTERVENÇÃO ET MUDOU, supostamente, ao longo da cadeia evolutiva dos hominídeos (Australophitecus, Homo habilis, Homo erectus, Homo sapiens/demens) as características da anatomia: postura cada vez mais ereta, locomoção bípede no solo que substituiu a braquiação de galho em galho nas árvores em busca de alimentos, competência craniana, dentição com caninos na arcada dentária até a odontíase moderna.

O HOMINÍDEO MAIS ANTIGO fora desenterrado por paleontólogos franco-chadianos ao norte do deserto do Chade na África saheliana. Esse vovô da espécie dita humana tinha nada menos do que 7 milhões de anos, o mais arcaico mandatário da humanidade.

DE HÁ SETE MILHÕES DE anos aos dias de hoje, o homem atual (Homo sapiens) não mudou muita coisa exceto na aparência civilizada. Estão aí as duas Grandes Guerras para confirmar esta afirmação. E as hostilidades e conflagrações de guerrilhas e terrorismo explícito nas cidades todas do planeta. Para não falar nas barbaridades dos experimentos científicos conduzidos por cientistas ETs e terrenos nos subterrâneos da conspiração, e não apenas da Teoria da Conspiração.

NO INTUITO DE AMACIAR (ADAMAR) dominar as novas gerações no pós IIª GG, a “elite” política, financeira econômica, jurídica e religiosa desenvolveu esquemas de imperialismo ou colonização mental dos povos com o objetivo de limitar as atribuições intelectuais e da energia vital dos indivíduos através de uma educação formal deficiente que lhes permitisse (às “elites”) exercer a supremacia política, econômica, jurídica e religiosa definitiva sobre todos os países do planeta monitorados pela ONU/NWO.

A PADRONIZAÇÃO UNISSEX SE constitui no principal vetor social do erotismo e da voluptuosidade imposta pela propaganda do entretenimento globalizado da Nova Ordem Mundial. Para isto acontecer mais depressa, programas de subjugação sexual infantil tipo “Controle Mental Monarka MK-Ultra” foram postos em prática em todos os países com essa finalidade: globalizar a sexualidade enquanto fator social dominante.  
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 08/11/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários