Textos

Eu Robot
Eu Robot
Desejo alguém
No vaivém
Das engrenagens
Não posso sentir
Não posso carpir
Mas vejo o sertão
E a paisagem

Eu Robot
Ouvi dizer amor
Palavra dialeto
Talvez seja algo
Símil a afeto
Não sei dizer
Nem sei sonhar
Além padrão celular

Eu Robot
Estou à espera
De mais um dia
Já fui humano
E quem diria
De ansiedade
Pressão e estresse
Não tenho nostalgia

De repente mudou
O mundo queimou
As folhas de relva
A memória o vento
Levou as respostas
E as suas festas
Estão nas selfies
Digitais sem família
Que mais me resta ???
Binarismo 100 seresta.
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 12/09/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários