Textos

ERAM DEUSES SOLARNAUTAS ???
ERAM DEUSES SOLARNAUTAS ???

NO BRASIL, talvez no mundo, as pessoas devem estar se achando meio achadas meio perdidas. A realidade está repleta de contradições e conflitos. Estamos, falando de Brasil, ao relento. Nossa cara sendo estapeada a todo momento como se fôssemos um Povo sem lenço sem documento: sem nenhum mando de campo, inclusive no eleitoral.

NO CAMPO de centeio onde estamos, estamos iguais adolescentes sem saber lidar ao certo com confusão política, corrupção eleitoral (as urnas “estéticas” de Gilmar Mendes), pirataria política, alienação lullista, angústia existencial, linguagem de baixo calão, geringonça emocional das novelas, entretenimento TVvisivo globalista.  

ESTAMOS igual o Apanhador no Campo de Centeio, personagem do romance do escritor americano J. D. Salinger editado em 1946 nos EUA. Perguntamos, talvez, “a gente sabe onde está a terra adequada a fazer brotar a semente ??? Ou ainda, no desespero de não ouvir a música e a distante voz no concerto das esferas, num ato de desespero, semelhante ao do pintor holandês Van Gogh quem sabe alguém resolva cortar a orelha (qual delas?).

UMA mulher preste a parir, talvez ouse, como Leila Diniz com seu barrigão na praia de Ipanema, levar o feto na esperança de que ele possa sair, precoce, fora do esquife uterino e, de primeira, dá de cara com a manhã solar dominical. Como numa pintura pós-impressionista do genial Van Gogh, o recém-nascido a berrar, bebê, banhado pela bênção do sol de verão carioca a germinar na praia sob o aconchego das ondas do mar dominado pelas promessas dos folguedos de domingo.

A QUEM tangemos quando fazemos eco com as outras gentes do mondo ??? Quando, ainda filhotes interrogamos o mundo ao redor e perguntamos, mesmo sem saber, como será nossa odisseia no espaço dessa Terra ??? Não vai adiantar, quando crescer, fingir que te conheço, se nem sei de que sistema solar você procede.

AFIM a Rita Lee, após 7 décadas de nascida, ainda buscas respostas e desejas anuncia-las em suas próximas canções de ninar seus fãs. — Quem mixou meu DNA ??? De que tribo solar provenho ??? Quando nasci pela primeira vez ??? Sobreviverei ao Armagedon do grande oceano ???  Estarei de pé um dia depois da chuva de pedras, cometas e rochas que se aproximam atraídas pela gravidade terrena, universal ???

AINDA ferirei meus dedos, uma vez mais recém-nascido na Idade da Pedra ouvirei meu vagido no eco da caverna vendo meus tutores ferir os dedos no atrito das pedras em busca do fogo ??? Serei abduzido ??? Nascerei ave de um ovo ??? Farei parte da Corte do Rei dos Blues ??? Estarei em Pindorama outra vez saqueada por Cabral??? Serei Cruzado a combater em Terra Santa ???

HAVERÁ em próximo devir, um Vaticano, um Estado Islâmico ??? Tornarei a ler as crônicas de Carlos Heitor Cony ??? Verei irmãos carentes de pão defenderem os carrascos que causam suas misérias como se estivessem em roda de samba bebendo Brahma e a sorrir ??? Alcançarei 40, 50, 70 anos ??? Verei outro país saqueado por empreiteiros Fabianos ??? Aliados a um pária “salvador da pátria” ???

SEREI “democraticamente” contrafeito à minha vontade de cidadania, coagido a votar via urnas “estéticas” do Supremo Tribunal Eleitoral sem ética de uma Corte Suprema ao molho de Gilmar Mendes ??? Deus terá piedade de mim e me fará nascer num presépio de Jasmim ??? Sentirei o aroma adocicado da beladona africana e seus gases estelares ???

OU, igual aos espetaculares girassóis neoimpressionistas de Van-Gogh estarei sempre fascinado em dirigir meu rosto em direção do sol ???

Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 07/01/2018
Alterado em 08/01/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários