Textos

“SOCIALISMO”: EM BUSCA DA “CAIXA DE PANDORA” (GENOCIDA) PERDIDA
“SOCIALISMO”: EM BUSCA DA “CAIXA DE PANDORA” (GENOCIDA) PERDIDA

“SOCIALISMO” passou por ser a “senha” para todo tipo de imunidade garantida para tudo quanto é crime da possessa quadrilha bolivariana que deseja reunir o Congresso bicameral Constituinte para votar a nova Constituição Socialista do Brasil. Os corruPTos transformistas da grande coalisão partidária do Congresso bolivariano programaram para início de 2018 a votação, aprovação Constituinte, visando a criação definitiva da Constituição da República Federativa Socialista do Brasil.

“SOCIALISMO” Fabiano é a “senha” para que fique aberta a tampa da Caixa de Pandora da política comuna bolivariana que deseja institucionalizar o socialismo nas Américas, tendo o Brasil por centro irradiador da disseminação contagiosa, continental, dos interesses “socialistas” da comunidade vermelha foice e martelo internacional (New World Order).

“SOCIALISMO” é a “senha” para que os exércitos revolucionários de analfabetos crédulos e ingênuos, conduzidos pelas lideranças da Nova Ordem Mundial implantem de uma vez por todas a política fascista de dominação totalitária dos povos sob a máscara dos que supostamente lutam em prol dos miseráveis do mundo, libertando-os do jugo dos poderosos via coletivização dos meios de produção e distribuição.

“SOCIALISMO” é a “senha” para que o ilusionismo totalitário dos corsários da NWO, travestidos de libertários democratas, possa, supostamente, suprimir a propriedade privada em nome de uma ordem social utópica sem classes sociais. Uma sociedade quimérica, onde reinaria a suposta paz universal. Paz essa, imposta via “pacificação” universal da mentalidade padrão conformada, persuadida à aceitação da dominação totalitária definitiva da “inteligência tecnológica artificial”.

“SOCIALISMO” á a “senha” para os discursos ditatoriais das lideranças mundiais que prometem a vitória definitiva sobre a dominação e a barbárie quando, em realidade, implementam o totalitarismo dessa dominação e barbárie, como se estivessem a lutar contra os invasores nazistas na Europa das décadas de 30/40 do século passado: o ilusionismo discursivo de Putin a comemorar o “Dia da Vitória”.

“SOCIALISMO” é a “senha” do recente discurso de Putin em prol da manutenção dos recursos nucleares e da ameaça de extermínio dos povos, como se estivesse a prometer o contrário do que afirmava comemorar: o “Dia da Vitória” contra o desvario nazista quando, em realidade, pregava o que se pode afirmar por “Neonazismo Fabiano”.

“SOCIALISMO” é a “senha” para que a “Caixa de Pandora” das ameaças de novos membros do clube nuclear tenham acesso ao Conselho de Segurança da ONU, via política de aliados: Síria, Irã, Coréia do Norte ao barbarismo convencional do Estado Islâmico... Taiwan, Coréia do Sul e Japão já se apresentam candidatos a entrar no fechado Clube Atômico.

Putin falou em religião e espiritualidade em seu discurso do “Dia da Vitória”. Na realidade, é o líder máximo da cultura marxista mundial. Ou seja: da idiotização das novas gerações pelo discurso mitomaníaco de palanque.

“SOCIALISMO” é a “senha” de Putin e Soros por detrás das falácias de defesa da família e do matrimônio tradicional. Na fala de Putin ele diz que “os poderosos precisam sempre de algo para assustar-nos”. Diz isso como se ele não fosse a representação dos poderosos na ala da New World Order com que se compõe com a China e, por detrás dos panos, com os estados islâmicos.
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 02/10/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários