Textos

“BOLA MUNDI”: VOCÊ SABE QUE SUA CABEÇA ROLA COM ELA???
“BOLA MUNDI”: VOCÊ SABE QUE SUA CABEÇA ROLA COM ELA???

A “BOLA MUNDI” deitou e rolou nos estádios superfaturados para as Olimpíadas de 2016. A farra com dinheiro público era comemorada antes mesmo dos investimentos oficiais entre governo e empresários das empresas de propaganda, relações públicas e empreiteiras. As mídias focavam nos menestréis populares, cantores baianos, chicos malandros, jornalistas, compositores, membros do poder judiciário (juízes) e políticos: o país inteiro chupitava e comemorava com as âncoras do entusiasmado JN.

O casal de âncoras do Jornal Nacional anunciava entre sorrisos de aprovação a entourage em volta do então celebrado falastrão e presidente da República do Foro de São Paulo, o sindicalista demagogo Lullalau. Celebravam com ele o sempre presente Sérgio Cabral mas, personalidades do “grand monde” artístico, jornalístico e político cercavam de afagos e bajulações intermináveis o “Analfabeto do Frei Beto”.

Todos esses atores da realidade nacional configuravam uma quadrilha fascista de interesses políticos, ideológicos, empresariais com ramificações em toda a américa Latina e no mundo globalizado pela corrupção que Lullalau, como nunca se viu antes neste país, simbolizava e liderava. O “Chefe dos Chefes” representava o “Reich Fascista Caboclo” em ascensão. O reinado programado para meio século de corrupção bolivariana. Esquerdopata.

Lullalau estava solto na buraqueira a liderar a Cruzada dos Cavaleiros Bolivarianos da Corrupção mais desvairada, como nunca se verá outra vez neste país avassalado pela ideologia socialista e fascista do Fabiano FHC e de sua trupe liderada por seu pupilo querido e encabrestado por ele no “Pacto de Princeton”. Eles pulavam e simultaneamente agitavam os braços encarando sorridentes uns aos outros. As faces destorcidas pela lasciva perversa e libidinosa de quem se sabia feliz como pintos na bosta.  

Quem não se lembra da alegria cheia de sorrisos, beijos, abraços e braços voltados para o alto enquanto os corpos rodopiavam numa dança cheia de gritos, berros e de um entusiasmo soberbo??? Dizem que a memória brasileira é fraca. Você não se lembra de Lullalau, Sérgio Cabral, Paulo Coelho “et caterva” que aos pulos eram fotografados e filmados para os jornais nacionais da vida???  


Ao afirmar “Reich Caboclo Fascista” não há exagero na afirmação. Na sexta-feira, 02/10/2009 o direito de sediar os Jogos Olímpicos de 2016 era comemorado de forma apoteótica pela trupe esquerdopata do “salvador da pátria” o arrivista político mais fanático e Analfabeto que já passou pelo Palácio do Planalto: a excelência “Macunaíma Lulllau” fundador das “zelite” socialistas mais “zhonestas” do Brasil fascista atual.

O fascismo do “Analfabeto do Frei Beto” se caracteriza e prevalece via conceito político e ideológico bolivariano da “Pátria Grande” afirmada pelo Foro de São Paulo: conjunto político socialista sincrônico de amigos íntimos do comunismo internacional sob a égide dos superbilionários unidos pela formatação de interesses do capital de dominação política definitiva, globalizada em torno de seus famigerados e escusos interesses.

A falta de formação educacional e de serviços públicos de qualidade, unidas ao entretenimento do mais baixo nível intelectual, como nunca se viu antes no mundo de Lullalau (futebol, drogas, marginalização social, alienação via música popular nacional e internacional, futebol, novelas, marxismo cultural...). O Analfabeto Triplex do Frei Beto” fora ungido por representar o estapafúrdio e insano fanatismo ideológico a serviço dos interesses de grupos da dominação definitiva da “BOLA MUNDI”.  
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 19/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários