Textos

O Terror Náusea (Bunda) Da Tirania Emocional (As "Aspas Do Spreed” Sexual)
O Terror Náusea (Bundo) Da Tirania Emocional (As “Aspas Do Spreed” Sexual)

“Se ser gay fosse opção dificilmente haveria homossexuais”: a frase do homossexual mais famoso do mundo, Sir Elton John... Quer dizer o quê??? Que homossexuais, gays, travecos, garotos de programa se prostituem por outras necessidades básicas que não são motivadas por simpatia, amizade, estima, afeição. Alugam o corpo para satisfazer a mais antiga das pulsões: a pulsão sexual por sobrevivência (comer, beber, pagar as contas): ânsia de satisfazer o ímpeto passional objetivo e subjetivo (corpo e mente).

Os corações e as mente são levados ao coito anal e ao boquete pela necessidade de submissão às taras de quem compra e disponibiliza a necessidade de sobrevivência de gays e travecos, por exemplo. Eles fazem passeatas ditas de exibição do “orgulho gay”. O que aparece é o “bagulho gay”. Que orgulho pode haver em estar sob o jugo instintivo do desequilíbrio emocional e da perversão sexual???

Há uma identidade de propósitos entre a estratégia de dominação de uma sociedade pelo marxismo cultural e a estratégia de dominação do corpo pela depravação do instinto libidinal de sobrevivência. Ambas as artimanhas mentem o tempo todo. Mentem e enganam. Poderiam sobreviver de outra coisa que não fosse a fabulação e o embuste???

Mentir e enganar o tempo todo cobra seu preço. O marxismo cultural ganhou os corações e as mentes dos eleitores brasileiros e elegeu Lullalau e Troglodilma Macaxeira (via fraude). Resultado: os políticos côncavos e convexos cooptados por fantoches do comunismo internacional — Soros, Clinton “et caterva” (marxismo cultural) e os juízes do Supremo Tribunal do Foro (STF) respondem a política bolivariana com jurisprudência nacional baseada em conspiração e chicana.

O marxismo cultural saqueou o Brasil de uma forma absolutamente inquestionável e irreversível. Apadrinhou, protegeu e enriqueceu seus afilhados, assaltou as riquezas nacionais, afirmou a corrupção enquanto atributo institucional e não poupou nem as bugigangas que fazem parte do vaivém e do troca-troca maquiavélico da obsequiosidade mimosa das tradições diplomáticas (barganhas sob forma de presentes).

O “bagulho gay” quero dizer “orgulho gay” leva para as ruas milhões de entendidos, frescos, pederastas, tarados, sodomitas, baitolas, pedófilos, proxenetas, caftinas, rufiões carnavalescos... Milhões de pessoas com seus corações e mentes cooptados pela narrativa perversa que tenta justificar fanfarra e folguedos: suas opções profissionais de sobrevivência forçada que sucateia de maneira abusiva, arbitrária, imperiosa e compulsiva seus corpos e suas mentes, sucatando-os em direção ao lixo da história.

A Nova Ordem Mundial abusa da carne fraca e da venalidade desses burocratas, políticos e juízes dispostos a favorecer seus planos de carreira em troca da disponibilidade profissional em proteger esquemas de corrupção institucionalizada. Isto é uma metáfora de gayzismo.

A cultura do marxismo cultural gayzista (todas as matizes e matrizes) visa multiplicar de maneira perversa uma educação e cultura da malandragem, da inversão de valores, da pederastia, da decadência mais fútil e comezinha da sociedade globalizada que se permite escravizar como se estivesse promovendo a ascensão moral de sua descendência: não respeitam a si mesmos, a seus filhos, a seus netos, seus vizinhos.

UMA SOCIEDADE QUE ACEITA ESSE MODELO DE ENTRETENIMENTO MIDIÁTICO VIA CULTURA DA DECADÊNCIA GLOBALIZADA TVVISIVA, ACEITA QUALQUER COISA. “JÁ QUALQUER COISA DENTRO DOIDA MEXE”.  
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 03/07/2017
Alterado em 05/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários