Textos

DIA 10/05/2017: Você Vai Prestigiar O “Avatar” De Hitler No Brasil???
DIA 10/05/2017: Você Vai Prestigiar O “Avatar” De Hitler No Brasil???

O Brasil está povoado por gente sem educação formal para compreender os movimentos sociais dos quais essa gente, em parte, faz parte. Pessoas nas ruas estão lá por necessitarem de um sanduíche de mortadela e de trinta ou cinqüenta reais para despesas mínimas de sobrevivência miserável. Essa, a condição social dos desfavorecidos de berço que são a maioria das “Marias Vão Com As Outras” que saem a prestigiar o corruPTo “Nove Dedos Triplex”.

Os crimes lesa-pátria do “Canibal de Garanhuns” vão muito mais adiante do que pensam seus seguidores de ocasião. A aglomeração popular que prestigia esses acontecimentos desconhece o significado da própria presença. Estão lá, na rua, porque alguém buzinou em seu ouvido que deveria, com a participação, ganhar aqueles “presentes de grego” em troca da estimação quantitativa para registro dos jornais.

Este Povo brasileiro traído por suas lideranças políticas e jurídicas, mantém-se encabrestado às verbas roubadas pelo Pixuleco e distribuídas enquanto doação caritativa na mastigação dos sanduíches e de lanches de carne de porco, aromatizada com alho e pimenta do reino das sombras. Verbas essas roubadas da educação, saúde, transportes, habitação e outros serviços públicos sucateados.

O “Macunaíma de Caetés” abusa desses necessitados na maior cara de pau. Herói nacional sem nenhum caráter, a única coisa que lhe interessa é manter-se na crista da onda de insatisfação social. Onda tsunami que fez dele um surfista demagogo do sindicalismo na zona industrial do ABC. E de lá, desde que a onda tsunami de desprezo à política nacional se alastrava por todos os estados da federação, se fez presente com seu discurso ilusório em favor dos miseráveis, enganando-os descaradamente.

Ainda nos dias de hoje há quem carregue o andor dessa liderança comédia, dessa santidade PTista e tucana, saída dos subterrâneos bolivarianos secretos, tipo “Pacto de Princeton”, a partir do qual dividiram o Brasil (FHC e “Lullapalulla”) em novo “Tratado de Tordesilhas” eleitoral e político: só haveria dois presidentes da República que se revezariam no poder presidencial no Palácio do Planalto: FHC (dois mandatos) e “Lullapalulla” (quatro mandatos, incluindo-se as duas eleições de Troglodilma).

A coisa do revezamento entre tucanos e petistas deveria durar por, no mínimo, meio século. Ambos teriam garantido a seus partidos a impunidade dos esquemas de corrupção vigentes a partir de juízes nomeados por eles no decorrer de seus mandatos. Juízes das supremas Cortes e do Supremo Tribunal do Foro (STF).

A galera da feijoada, do funk, do samba, da Sapucaí, do bar da esquina, permaneceria adormecida enquanto massa de manobra de apoio anestesiada via drogas distribuídas pelas FARC e pelas drogas distribuídas pela programação TVvisiva da Rede Globo:  programação nacional do futebol associado à dominação dos corações e mentes narcotizados e adormecidos pela idolatria a chutadores de “bola”.

FHC e “Lullapalulla” se tornaram ambos, personagens da História do Brasil como se fossem celebridades governamentais ao mesmo tempo “velhacos estadistas” saídos do mundo cão do maquiavelismo decadente e astuto da política para as páginas dos livros escolares de História do Brasil como se escritos fossem por Plínio Marcos: Dois Perdidos Na Noite Suja Do Palácio Do Planalto.
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 28/04/2017
Alterado em 07/05/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários